A Casa da Sobreira

Em Março 2017 decidimos fazer uma escapadinha. Umas mini férias sem destino escolhido. Por motivos profissionais não podemos programar nada com antecedência. Aliás, nem era suposto irmos a lado nenhum… era só para “descansar”… Mas uma vez picados por este bichinho das viagens, por esta necessidade constante de conhecer, mais e mais, não há volta a dar. E dou por mim, na véspera, no Booking a procurar algo em Portugal, sem destino predefenido.

Já há algum tempo que falávamos em ir à Serra da Estrela… e encontrei uma casa maravilhosa, a óptimo preço e pronto! Lá fomos nós para a Casa da Sobreira, em Sobral de São Miguel. Uma aldeia conhecida como o coração do xisto, pertencente ao concelho da Covilhã.

Chegamos já de noite… Vimos uma Aldeia deserta… uma neblina que a percorria.

Chegámos e não havia rede de telemóvel, em toda a aldeia. Tivemos que voltar atrás para tentar contactar com a proprietária da casa. Como não havia ninguém na rua e não havia rede de telemóvel, tivemos de andar a bater em portas para perguntar pela senhora. A D. Adélia, uma joía de pessoa, sempre prestável.

Entramos na casa, a salamandra já libertava calor, com uma fogueira já viva! Só pensei… era mesmo isto… Uma casa super acolhedora, óptimo para descansar, desfrutar da natureza, e “desligar” do mundo…

IMG_2712

Em coisas combinadas à pressa há sempre algo que falha, e falhou-nos perguntar se tinham cama de grades ou de viagem. E nem sequer levámos. Não tinha… Ok, não há-de ser nada. A casa tinha, no segundo andar, um quarto de casal, e uma mezanine, maravilhosa para crianças (com uma porta de protecção e tudo para não haver pequenos acidentes). Eram duas camas baixinhas. Juntámos, pusemos umas almofadas no chão… não se há-de aleijar! E quem é que diz que ela ficava deitada!! Foi a primeira vez que a Rita dormiu numa cama sem grades, tinha toda a liberdade do mundo! Foi o mais complicado destas mini-férias, conseguir que ela dormisse. Mas nunca nos havemos de esquecer dela, de manhãzinha, na mezanine, a olhar para baixo para nós, “Pai, mãe, já dormi tudo!” Com aquele ar de satisfeita de “levantei-me sozinha da cama!”

Na manhã seguinte, descobrimos uma Aldeia linda, onde reina a tranquilidade.

De seguida fomos até à Torre. Estava um dia de sol de Inverno maravilhoso com bastante neve!!

Foi um dia de muita brincadeira, reboliço na neve, escorregar de trenó, fazer bonecos de neve e atirar bolas de neve uns aos outros.

No regresso, andava eu a pesquisar o que haveria por ali perto. E eis que encontro uma imagem e só digo ao Luís “Eu quero ir aqui”. Foz d’Égua… não conhecia, nunca tinha ouvido falar, mas a paisagem é indescritível. Foz d’Égua pertence a Arganil, fica a 4km de Piódão. Não conseguimos explorar muito, pois a Rita dormia a sesta no carro. Mas sem dúvida que é um sitio a explorar melhor.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s