Tablets, não obrigada!

Chamem-nos antiquados, fundamentalistas, o que quiserem… mas enquanto conseguirmos, tablets e telemóveis não irão fazer parte da rotina da Rita.

Confesso que, com o avançar da idade (quase 4 anos) está a começar a ser mais difícil, porque esta é a nova realidade e onde quer que vamos, todos os miúdos têm tablets ou brincam com telemóveis dos pais. Vamos almoçar ou jantar fora, tablets ou telemóveis em várias mesas. Já cheguei a ver o cúmulo de, numa família de 5, das quais 3 crianças,  numa mesa de restaurante, cada um de volta do seu tablet ou smartphone. Muitas crianças hoje em dia, já não sabem brincar, reformulando, não querem brincar com algo que não sejam jogos electrónicos. Nós apenas tentamos que ela aprenda a brincar com o que tem, que consiga inventar, que não estejamos sempre dependentes de um tablet ou telemóvel para que ela consiga estar entretida, ou para que consiga comer, ou para que não faça birras. No nosso dia a dia, só há legos, livros, puzzles, jogos de tabuleiro, plasticina, bonecas e mais bonecas… Enquanto conseguirmos… vai ser assim…

A viagem para Punta Cana são 8 horas. Partida às 15h30.

Levamos canetas, um livro de colorir, um caderno com folhas em branco, um livro cheio de autocolantes, um jogo. E foram 8 horas nisto… para além de umas quantas corridas pelos corredores, para libertar energias!!!

Não houve uma única birra, um único choro. Cansa não pudermos ver um filme, fecharmos os olhos e descansarmos? Sim, tudo seria mais fácil com um tablet, mas nós não gostamos de coisas fáceis…

Mas também tenho uma confissão para fazer… pela primeira vez levei o tablet. Pela primeira vez, fui à playstore descarregar um ou outro jogo, não fosse começar a dar para o torto. As crianças são muito imprevisíveis…

E numa das vezes que abri a mala, a Rita viu.. “O que é isso mãe? É um tablet? Dá-me, dá-me!” “Rita, está sem bateria, não funciona” ” Dá-me mãe, dá”. Cedi… dei para a mão dela e assim que ligou está “aberta” a aplicação de um dos jogos que tinha descarregado. Foram 5 minutos… olhamos um para o outro…”Se cedermos, não há volta a dar, se abrirmos um precedente, vai começar o vicio.”

Apanhei-a numa altura distraída e desliguei o tablet, ” Olha Rita, ficou sem bateria.” “Mas eu quero!” “Não dá, olha vamos fazer um desenho as duas?” “Sim!!!!!!”

IMG_20180503_120112

E nunca mais se falou no assunto… chamem-nos antiquados…. mas é assim que queremos educar a Rita.

Nota: Avião e helicóptero desenhado pelo pai, tudo o resto pela mãe. Os autocolantes, pela Rita. Digam lá que não estamos nas profissões erradas…?

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s